A IMPOSSIBILIDADE DA PERMANÊNCIA: CONVERSAS COM FOUCAULT E DELEUZE


VEJA TODOS OS LIVROS

 

 

A IMPOSSIBILIDADE DA PERMANÊNCIA: CONVERSAS COM FOUCAULT E DELEUZE

Autoras: Virgínia Crivellaro Sanchotene
Editora: INDEPIn / Apoio: CANTO EDITORIAL
Número de páginas: 120
Edição: 1(2015)
ISBN: 978-85-69802-00-6
Formato: A5 148×210
Coloração: Preto e branco
Acabamento: Brochura c/ orelha
Tipo de papel: Couche 90g

 

 

 

– Para comprar o livro – CLIQUE AQUI
– Para download gratuito e visualização- Em breve
– Para download gratuito – Em breve

 

SINOPSE

Trata-se de uma experimentação de escrita que produz ecos entre filosofias da diferença e a matemática (seu campo semântico e algumas de suas produções). Trata-se de roubos de ideias apresentadas por Foucault e Deleuze, na afirmação da diferença como aquilo que constitui um corpo. Trata-se de estudar a evanescência, ao afirmar a potência infinita de uma vida finita e a impossibilidade da permanência a partir do fluxo incessante do infinitamente pequeno. Afirmar a irredutibilidade do movimento a um ponto de chegada e a possibilidade da criação de um outro si ou um si sempre provisório é considerado um modo de inventar a vida. Produção de micromovimentos na estrutura que, atravessada por linhas que compõem instantaneidades, afirma que, se há uma constante, trata-se de um movimento, que é imanente a toda forma. Descontinuidade. Intensidade. Inconclusão. Diferença. A evanescência impossibilita fixar aquilo que corre, que pulsa, que transpassa, que se move, que vive.

 

 

CONTATO:
Wagner Ferraz
editorial@canto.art.br
51-9306-0982