Ginástica ou Dança: Uma história do Instituto de Cultura Física


VEJA TODOS OS LIVROS

 

GINÁSTICA Olivro-capa- GINASTICA OU DANCAU DANÇA: 
Uma história do Instituto de Cultura FísicaColeção estudos do corpo

Autoras: Carolina Dias e Janice Zarpellon Mazo
Editora: INDEPIn / Apoio: CANTO EDITORIAL
Coleção: Estudos do Corpo / Organização: Wagner Ferraz
Número de páginas: 214
Edição: 1(2015)
ISBN: 978-85-66402-09-4
Formato: A5 148×210
Coloração: Preto e branco
Acabamento: Brochura c/ orelha
Tipo de papel: Couche 90g

 

 

 

– Para comprar o livro – CLIQUE AQUI
– Para download gratuito e visualização- CLIQUE AQUI 
– Para download gratuito – CLIQUE AQUI 

 

SINOPSE

Este estudo histórico teve o objetivo de compreender o processo de constituição do Instituto de Cultura Física (ICF) de Porto Alegre, desde sua fundação em 1928, até o ano de 1937, quando ocorrem mudanças das práticas corporais oferecidas pela instituição, como também, do nome do Instituto para Escola de Bailados Tony Seitz Petzhold. Esta pesquisa se desenvolve dentro dos horizontes teórico-metodológicos da História Cultural, utilizando fontes impressas e imagéticas, as quais foram submetidos a análise documental. O ICF foi um espaço educacional fundado em 1928 na cidade de Porto Alegre, destinado ao ensino de práticas corporais exclusivamente femininas. Nenê Dreher Bercht e Mina Black-Eckert, foram as idealizadoras e professoras da Instituição. Dentre as principais práticas oferecidas pelo ICF estavam a Ginástica Rítmica, Ginástica Corretiva, Ginástica Geral, Ginástica Acrobática, Plástica Animada e Estudo e Improvisação Coreográfica. Alicerçado nos discursos eugenistas e higienistas do século XX, o ICF encontrou grande divulgação e amparo na sociedade porto-alegrense através do jornal Diário de Notícias. Propunha-se a desenvolver no corpo feminino a cultura física esperada da mulher moderna, sobretudo, por meio da Ginástica Rítmica, principal prática difundida pelo espaço. O ICF foi responsável pelo incentivo e a formação das principais precursoras da dança na cidade e, igualmente, pelo início da divulgação das aulas de Dança Clássica na capital.

 

Próximos lançamentos da Coleção:

– Desenhar a figura humana – Autor: Anderson Luiz de Souza

– Movimento de contestação ou agressão ao corpo? – Autora: Carla Ruiz Martin

– Experimentações Performáticas – Organização: Wagner Ferraz

– Transgressões e Traduções para um livro corpo – Autora: Lu Trevisan

– Corpo, Dança e Masculinidade – Autor: Wagner Ferraz

– Desdobramentos: experimentos com circo, dança e teatro – Organizadores: Ana Carolina Klacewicz, Diego Esteves e Fernanda Boff

 

CONTATO:
Wagner Ferraz
editorial@canto.art.br
51-9306-0982